Marcos Freire: “Não é o homem que descobre o chamado, Deus coloca o desejo no coração”

Em entrevista ao Guiame na ExpoEvangélica, Marcos Freire fala sobre seu ministério na África e também no Brasil, através das músicas.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Sexta-feira, 12 Julho de 2019 as 12:39

O cantor Marcos Freire tem usado a música como plataforma para o campo missionário. Além de conduzir pessoas à adoração, ele preside a ONG Baluarte, que atende mais de 200 crianças que recebem alimento e estudo em Angola.

Em entrevista ao Guiame na ExpoEvangélica 2019, Marcos afirma que todos os cristãos têm um chamado a ser cumprido.

“A Bíblia diz que todos nós temos um propósito. E o Evangelho traz para nós, como comunidade evangélica, um propósito em comum: cooperar com o Reino de Deus. Existem pessoas que são chamadas para cooperar com o Reino de Deus em alguma nação. Deus me chamou para cooperar com o Reino no Brasil e na África”, explica.

“Eu tenho tido uma graça do Senhor para estar ministrando ao povo brasileiro e estar cantando as minhas músicas. Deus tem dado promoção disso junto com minha gravadora, a Sony Music, mas isso para mim é como uma isca, para pescar e levar para a África. Eu vejo meu chamado musical como uma ponte para me favorecer a chegar até lá”, acrescenta.

Afinal, como descobrir seu chamado em Deus? Marcos afirma que é preciso fazer uma autoanálise.

“A Bíblia diz que o querer e o efetuar vem do Senhor. A dúvida é: será que o que eu quero é o que Deus quer? Se você está em Deus, e você tem um desejo no seu coração, foi Deus quem colocou o desejo. Porém além do desejo, é Dele que vem o efetuar — a prática daquilo que está no coração”, esclarece.

“Não é o homem que descobre o chamado, é Deus que coloca as características e o desejo em nosso coração para que a gente descubra o que, de fato, Deus tem para a gente viver”, completa.

Marcos afirma que Deus o chamou para um papel específico no Brasil. “Eu sei que Deus confiou para mim uma voz profética. Eu tenho orado pela minha nação, pelos meus jovens, pelo povo que Deus me confiou”, afirma. “Nas minhas músicas eu trago temas que estão na Palavra, mas com essa veia profética, esse olhar aguçado do que é que a nação precisa ouvir em uma determinada estação”.

Marcos Freire lançou recentemente canções com participações especiais. Uma delas é com Kemilly Santos, na música “Farás Outra Vez” (versão em português de Do It Again, da Elevation Worship) e outra com o coral Kemuel, com o single “Eu Quero Ir”.

Na próxima terça-feira (16) será lançado o clipe da música “Na Terra Como No Céu”, com participação de Fernanda Brum. “Esse projeto é todo com efeito especiais. É como um filme”, afirma Marcos.

veja também