Tribos nativas querem proibir missionários de evangelizar em suas terras, na Austrália

Os anciãos procuraram aconselhamento da Lei da Igualdade de Oportunidades australiana sobre a possível proibição.

fonte: Guiame, com informações do The Western Australian

Atualizado: Segunda-feira, 20 Janeiro de 2020 as 10:49

Os anciãos aborígenes em uma comunidade remota da Austrália Ocidental querem proibir os cristãos de visitar sua região. (Foto: ChameleonsEye/Shutterstock)
Os anciãos aborígenes em uma comunidade remota da Austrália Ocidental querem proibir os cristãos de visitar sua região. (Foto: ChameleonsEye/Shutterstock)

Os anciãos aborígenes em uma comunidade remota da Austrália Ocidental querem proibir os cristãos de visitar sua região, segundo informa o The Western Australian.

A comunidade disse que organizações religiosas estavam tentando convertê-los ao cristianismo e “afastar sua cultura tradicional”.

O grupo de anciãos perguntou à organização que atual contra a discriminação no país se eles podiam proibir o grupo cristão - que não foi identificado - de chegar até sua comunidade.

O comissário da Igualdade de Oportunidades da Austrália Ocidental, John Byrne, disse que o grupo religioso provavelmente não apresentaria nenhuma queixa se fosse impedido de visitar a comunidade.

Byrne disse que os anciãos teriam sucesso porque o fundamento da convicção religiosa não se aplica a lugares. “As comunidades aborígenes devem poder dizer quem vem para suas terras”, disse Byrne ao The Western Australian.

“Eles podem dizer, ‘por favor, não entre em nossa terra, nós não queremos você lá’. Isso não é motivo (para discriminação) nos termos da lei”, explicou Byrne.

O comissário concorda que “controlar sua comunidade é importante para preservar sua cultura contra os vários tipos de ameaças”.

Missões cristãs

Muitas organizações missionárias cristãs visitam comunidades remotas em todo o país, incluindo os Ministérios da Aviação do Reino (KAM, sigla em inglês) e os Ministérios de Carruagens de Fogo.

Os membros dos Ministérios da Aviação do Reino voam para as comunidades todas as semanas, na esperança de expandir seu alcance missionário.

"Muitas áreas na Austrália Ocidental são muito remotas e não têm testemunho viável de Cristo", diz o site da KAM.

A KAM dá a entender que as dificuldades de acesso a regiões para levar a palavra de Deus e outros apoios às comunidades está crescendo. “Desde a retirada progressiva das missões cristãs, há toda uma geração que nunca ouviu o evangelho”, dizem.

No entanto, o Daily Mail Australia diz que não sugere que os Ministérios da Aviação do Reino ou Ministérios de Carruagens de Fogo são os grupos que os anciãos desejam proibir.

 

veja também