Homem deixa a homossexualidade após pedir nova chance a Deus em acidente: “Ele me ouviu”

Michael Edward entrou no mundo das drogas e na homossexualidade após se decepcionar com separação dos pais cristãos.

fonte: Guiame, com informações do TheNotSameLove

Atualizado: Sexta-feira, 4 Setembro de 2020 as 9:25

Michael Edward em dois momentos de sua vida. (Foto: Reprodução / Arquivo pessoal)
Michael Edward em dois momentos de sua vida. (Foto: Reprodução / Arquivo pessoal)

Michael Edward Ukus compartilha seu testemunho de um cristão, estudante de Teologia, que ao receber a notícia da separação de seus pais começou a ter sua vida destruída.

Segundo filho de três irmãos, a família morava em Manado, na Indonésia. “Depois de se matricular em uma universidade cristã em Manado para estudar Teologia, descobrimos que nossos pais estavam em processo de divórcio. Inesperadamente, recebemos uma carta do tribunal pedindo que comparecêssemos ao julgamento do divórcio”, lembra

Michael diz que ficou com o coração partido com essa notícia, o que o fez balançar na fé. Após a separação, sua mãe passou a ter uma vida muito difícil, tendo que trabalhar muito para sustenta os filhos. “Ela trabalhou tão duro a ponto de ficar doente e até desmaiar por causa do cansaço. Isso realmente me destruiu pessoalmente e não pude continuar meus estudos por causa disso”, diz.

O rapaz achou que não adiantaria estudar Teologia se os pais estavam se divorciando. “Eu não tinha mais vontade de estudar e parei de fazer atividades cristãs no meu campus. Foi então que o Inimigo levou vantagem”, conta.

“Eu estava sentado sozinho em um parque perto da minha pensão, enquanto alguns dos meus veteranos estavam no quarto de outro estudante. Eles viram que eu estava sozinho e me convidaram para me juntar a eles. Eles estavam cantando e tocando violão enquanto bebiam uma típica bebida”, lembra.

Frustrado, com o coração triste, logo Michael também começou a beber. “De repente, eles começaram a me despir e a me estuprar. Havia 13 deles. Gritei e fugi da sala enquanto chorava porque fiquei muito chocado com o que eles fizeram”, lembra.

Homossexualidade

Michael diz que após o incidente, os rapazes iam ao seu quarto para repetir o ato frequentemente. “No começo eu não gostava do que eles faziam, mas depois comecei a gostar do que estávamos fazendo. Decidi então apenas a viver esse estilo de vida durante meu estudo, até ser descoberto pelo reitor e precisar sair da universidade”, relata.

Ao mudar-se com a família para Jacarta, as coisas pioraram financeiramente. “Comecei a me culpar de tudo [o que acontecia de ruim] porque deixei o Senhor. Eu O servi por um tempo, mas por causa da minha decepção com minha família, decidi fugir de meu chamado. Esta situação me frustrou porque me senti envergonhada e tive medo de voltar para o Seu caminho”, recorda-se.

Uma jornada dolorosa

Com a vida financeira em dificuldades em Jacarta, Michael acabou enveredando por caminhos errados para conseguir dinheiro. “Fiz todas as escolhas erradas que me afastaram ainda mais de Deus. Só conseguia pensar em dinheiro. Eu era amigo de pessoas que não tinham propósito. Eu estava envolvido no uso de drogas e estilo de vida hedonista e com o pecado da homossexualidade”, relata.

Michael diz que ficou cego pela luxúria e pelo amor ao dinheiro. “Eu não me importava com mais nada. Deixei minha família e escolhi me aprofundar ainda mais neste estilo de vida perverso”, conta.

O jovem diz que ficava com amigos em pubs e discotecas dias e dias em um quarto usando drogas. “Não apenas isso. Por causa do forte impulso sexual, tive que pagar aos homens para liberar minha luxúria. Cheguei a fazer sexo com meus amigos na mesma sala com vários homens sem me envergonhar”, relata.

Michael diz que se aprofundou no vício da luxúria homossexual. “Eu precisava continuar procurando por homens, qualquer homem, desde que satisfizesse minha carne”, entristece-se, contando sobre sua vida completamente arruinada.

“Eu tive que me prostituir na rua como um ladyboy todas as noites depois que saía do bar apenas para ganhar algum dinheiro. Eu só parava quando estava muito cansado ou doente, mas eu fazia de novo depois”, diz Michale, que chegou a cogitar em ser “mulher completamente por meio de uma operação transexual”.

“Deus me falou inúmeras vezes para me arrepender. Parava por um tempo, mas voltava àquele mal. Eu chorava e o pecado me agarrava ainda mais. Quanto mais eu tentava, mais fundo eu caía. Até pensei que talvez nunca pudesse voltar para Deus”, diz.

Transformação

Mihcaael ficou na homossexualidade e no vício das drogas por cerca de sete anos. Ele chegou a ter uma overdose e seus pulmões estavam em péssimas condições. “O médico disse que eu não viveria mais do que um mês, mas pela oração fui curado. Após a recuperação, caí novamente em meus velhos vícios até que Deus me repreendeu”, conta.

Michael Edward hoje, em sua cidade, Jacarta. (Foto: Reprodução / Facebook)

A vida de Michael começou a ser trasnformada quando estava em um barco de Manado para Tahuna com sua mãe e seu padrasto. “De repente, no meio do mar, o barco foi atingido por fortes ondas e vento. Lembro que eram 21h. Eu nunca experimentei isso antes. Nossas camas ficavam no segundo convés. De repente, o barco balançou para a esquerda e para a direita e as portas foram todas quebradas por causa da onda. As pessoas estavam gritando, incluindo minha mãe. As mulheres choravam de medo”, relembra.

Michael relata sua experiência dizendo que o barco balançou por cerca de 8-9 horas, o que o deuxou muito assustado. Ele diz que metade dos pertences dos passageiros foi jogada ao mar. A luz do barco começou a diminuir e todos os passageiros vestiram colete salva-vidas para emergências.

“A tripulação nos disse para esperar pelo sinal. Se eles dissessem para pular, nós pularíamos. Os passageiros cantavam canções de adoração sem parar. Alguns choraram e todos ficaram vigilantes. Eu estava com tanto medo, especialmente porque minha mãe estava chorando. Nessa situação, só pensei em uma coisa: meus pecados”, diz.

“Era como se todos os pecados que cometi estivessem piscando na minha frente como em uma tela. Eu fiquei sem palavras. Tudo que eu sabia era que se tivesse morrido naquele dia, teria ido direto para o inferno”, acreditava o jovem.

“Eu amava minha mãe profundamente e não queria que ela morresse por minha causa. Minha mãe não merecia sofrer assim só por causa dos meus erros. Eu queria chorar, mas não consegui porque estava com muito medo. Então senti algo em meu coração que me incentivou a orar”, conta.

"Senhor, eu sei que pequei, mas não quero ver minha mãe sofrer por minha causa. Sei que ela não merece isso. Eu imploro, Senhor, se isso tiver que acontecer, mesmo se eu tiver que morrer, deixe minha mãe viver. No entanto, se eu ainda puder pedir uma coisa, e se você estiver disposto, eu imploro que nos salve desta provação e eu prometo a você que voltarei e me arrependerei e servirei Você toda a minha vida”, orou Michael.

Depois da oração, ele abriu os olhos e viu claramente que no final do barco havia uma figura vestindo roupas brancas andando ao redor da borda do barco com uma mão tocando a borda e a outra mão a parede do barco.

“Minha cama ficava ao lado da porta e a porta estava quebrada por causa da onda. Então eu pude ver claramente aquela figura e Ele me olhou diretamente nos olhos. Eu sabia que todos estariam seguros pelo olhar de Seus olhos”, diz.

Depois daquela visão, lembrei-me de um sonho que tive anteriormente. “No meu sonho, eu estava em um barco, mas o barco estava cheio de cadáveres. Eu era o único passageiro parado olhando para todos os cadáveres. Eu não entendia o que o sonho significava quando o tive, mas depois do que aconteceu no barco e como todos foram salvos, entendi que se não fosse por Deus, todos estaríamos mortos”, reconhece.

De volta para Deus

Esse incidente o levou de volta a Deus. A partir dali, Michael mudou sua vida e sua maneira de viver. “O que era impossível para os homens é impossível para Deus. Posso não ser inteligente ou ter muitas coisas como muitas pessoas, mas uma coisa que sei é que Deus me salvou”, diz.

Deus levou Michael de volta a Ele e o restaurou. “Foi Ele quem mudou meu coração e me trouxe de volta à Sua glória. Deus me fez acreditar que Ele existe e que minha vida é muito preciosa para Ele. Ele é o motivo. Na verdade, não há palavras suficientes para descrever o quão maravilhoso Ele é. Estou vivo apenas por causa de Sua misericórdia e graça”, reconhece.

“Deus é aquele que mudou minha vida e me tornou perfeito porque sua perfeição cobre minhas fraquezas e falhas. Minha vida é apenas para ele para sempre. Não há razão para eu não acreditar Nele. Ele fez muito na minha vida. Obrigado Senhor Jesus”, agradece.

Hoje Michael compartilha seu testemunho, para animar as pessoas a “permanecerem no Senhor”.

“Não importa o quão grande seja o seu problema, apenas lembre-se de que Ele é maior do que o seu problema. Seja você quem for, saiba que é precioso aos olhos de Deus. Podemos não ser capazes de vê-Lo, mas Ele sempre cuida de nós, zela por nós. Ele é o Deus que nos ama. Mesmo que não percebamos, Ele está conosco o tempo todo. Nada é impossível para Ele enquanto acreditarmos”, finaliza.

veja também