Jovens vão às praças orar pelo fim da pandemia, guerra e carnaval

A oração pela cidade faz parte da Vox Conference, o congresso de jovens que acontece durante os dias de Carnaval.

Fonte: Guiame, com informações do Estado de MinasAtualizado: segunda-feira, 28 de fevereiro de 2022 15:18
Jovens em oração na Praça da Assembleia, em Belo Horizonte. (Foto: Vox Central/Instagram)
Jovens em oração na Praça da Assembleia, em Belo Horizonte. (Foto: Vox Central/Instagram)

Algumas praças de Belo Horizonte (MG) foram tomadas pelas orações de jovens cristãos, que intercederam pelo fim da guerra entre Rússia e Ucrânia, pelo fim da pandemia de Covid-19 e também pelo fim do carnaval.

Os jovens da Vox Central, o ministério de juventude da Igreja Central, se reuniram no domingo (27) em diversos pontos da capital mineira para realizar um ato profético, a fim de orar pela transformação da cidade, da nação e do mundo.

A oração pela cidade faz parte da Vox Conference, o congresso de jovens que acontece durante os dias de Carnaval.

Pedro Chaves, que liderou o grupo na Praça Floriano Peixoto, no Bairro Santa Efigênia, disse ao jornal Estado de Minas que esta é uma tradição da Igreja Central, que costuma reunir todos os núcleos 

“Temos uma conferência de carnaval, onde fazemos vários cultos reunindo todas as nossas igrejas espalhadas por BH. No domingo, sempre fazemos uma ação pela cidade orando para as pessoas, que dura cerca de duas horas. Cantamos algumas canções, algumas pessoas se aproximaram e oramos por elas e clamando a Deus”, explicou ao jornal.


Jovens em oração na praça Floriano Peixoto, em BH. (Foto: Vox Central/Instagram)

Dessa vez, eles tiveram vários motivos de oração, em um momento de tensão no mundo. “Oramos pelo fim da pandemia, pelo fim da guerra, pelo fim do tráfico de drogas”, disse Pedro. 

Ele também apontou o fim do carnaval como um dos motivos de oração. "Nós cremos que as pessoas precisam de Deus, muitas vezes as pessoas vão comemorar o carnaval para saciar os desejos e as vontades com coisas que não preenchem. Bebida, ficam com várias pessoas”, aponta.

“Muitas pessoas que estão no nosso grupo já viveram essa realidade e depois do carnaval a gente percebe que não preenche”, Pedro conclui.


Jovens em oração na Praça da Assembleia, em Belo Horizonte. (Foto: Vox Central/Instagram)

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições