Motociclistas evangelizam pelas estradas: “Cada passeio é uma missão”

Jaquetas de couro, capacetes e motocicletas ajudam a compartilhar o Evangelho na Sérvia.

Fonte: Guiame, com informações de Adventist ReviewAtualizado: quarta-feira, 30 de março de 2022 16:09
Membros do motoclube Three Angels. (Foto: Reprodução/Adventist Review/TED)
Membros do motoclube Three Angels. (Foto: Reprodução/Adventist Review/TED)

O amor pela estrada, a paixão por Jesus e a história de um motoclube são inspirações que levaram um grupo de amigos a pregar o Evangelho de forma bastante criativa. 

Em 2016, o conselho de missão da Divisão Transeuropeia (TED) arrecadou fundos para apoiar iniciativas evangelísticas inovadoras como esta. Dejan Lukic, o primeiro motociclista adventista da Sérvia, se envolveu no projeto e fundou o motoclube Three Angels. 

Ele não sabia que havia outros motociclistas cristãos ao redor do mundo com o mesmo objetivo. “Até que um amigo me contou sobre o  Ministério Adventista de Motociclistas (AMM), e percebi que não estava sozinho. Somos uma grande família”, disse.


Membros do motoclube Three Angels. (Foto: Reprodução/Adventist Review/TED)

Primeiro batismo

Com o tempo, Lukic recrutou outros 12 motociclistas e ingressou na AMM, tornando-se o presidente do motoclube sérvio.

Ele explica que sua missão é maravilhosamente simples: “Compartilho o Evangelho enquanto faço algo que amo — viajo pelas estradas. 

O grupo organiza passeios e convidam amigos não cristãos. As conversas fluem naturalmente no contexto de uma comunidade amorosa e receptiva. “Pessoas que nunca oraram em suas vidas, agora estão dispostas a orar conosco”, revelou.

Além disso, conforme o motociclista, eles se encontram na igreja, passeiam e fazem refeições juntos. “É simples assim, não há nada de mais. O Espírito Santo trabalha nisso e temos experiências incríveis”, contou.

O primeiro batismo do grupo vai acontecer na Macedônia do Norte — um dos países que ocupam o espaço da antiga Iugoslávia — em poucos meses, e terá a colaboração da AMM no país.

“Motociclistas estão abertos para falar de Deus”

Segundo Lukic, um dos aspectos mais bonitos dessa experiência foi descobrir que Deus usa as coisas que mais amamos para alcançar as pessoas. “Não precisamos nos encaixar num molde, Ele nos usa como somos”, apontou. 

Em vez de cochilar numa tarde de sábado, Lukic disse que pode fazer algo mais útil: “Nós podemos passear com os amigos e ainda nos aprofundar no relacionamento com Deus”, reconheceu.

Além disso, o ministério tem ajudado a combater o preconceito contra os motociclistas. “Eles são muito abertos para falar sobre Deus. Então, devemos ir até eles, ao mundo dos motociclistas, em vez de esperar que eles venham até nós”, compartilhou. 

“Deus trabalha em nós e através de nós”

Lukic disse que “não tem palavras para descrever” como Deus faz o extraordinário através das coisas mais comuns. “Deus trabalha em nós e através de nós, e Ele providencia os milagres”, destacou. 

Por volta dos 20 anos Lukic se viu numa situação de vida ou morte. Ele pegou dinheiro emprestado de um agiota e não conseguiu pagar a dívida. Além disso, estava devendo para várias pessoas que estavam perseguindo ele por causa disso. 

O único bem de Lukic, na época, era um carro que havia recebido como pagamento por um trabalho em andamento como construtor. De repente, seu cliente cancelou o contrato e exigiu que ele devolvesse o carro. E esse foi o limite.

Foi a primeira vez que Lukic orou em sua vida: “Se o senhor realmente existe, Deus, e se está aí em cima, por favor, me ajude! Me salve dessa situação e eu te servirei”.

Ao lembrar dessa oração, ele conta que ouviu uma batida na porta. E, para sua surpresa, não era o agiota, mas uma família se oferecendo para comprar o carro. Ele vendeu e imediatamente pagou o agiota.


Membros do Ministério Adventista de Motociclistas na Sérvia. (Foto: Reprodução/Adventist Review/TED)

Agir de Deus

“Depois esperei que as outras pessoas viessem cobrar o que eu devia. Passou um dia, uma semana, um mês… um ano! Sete anos se passaram e ninguém veio me cobrar”, compartilhou. 

Depois de todo esse tempo, um dia, enquanto Lukic estava lendo a Bíblia, encontrou um provérbio: “Quando os caminhos de um homem são agradáveis ao Senhor, ele faz que até os seus inimigos vivam em paz com ele”. (Provérbios 16.7).

“Eu não conseguia pensar em ninguém que fosse meu inimigo, exceto no cliente que não havia reivindicado seu carro”, disse ao complementar que o tal cliente ligou bem na hora que ele estava pensando. 

O ex-empregador disse que não havia esquecido desse “incidente” e Lukic se ofereceu para uma conversa com ele. No encontro, ele contou tudo o que havia acontecido em sua vida.
“Ninguém fez tanto por mim quanto você. Eu nunca teria conhecido Jesus se não fosse por você!”, disse durante a conversa que terminou em reconciliação, amizade e uma dívida perdoada. A amizade entre os dois tem sido renovada dia após dia e Lukic continua prosperando em seu ministério.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições