Mulher é baleada pelo marido em frente a igreja, mas sobrevive ao clamar a Jesus

Na mesma noite em que foi baleada, Alisha Woodard havia pregado na igreja sobre 'perseverar em Deus'.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Sexta-feira, 28 Fevereiro de 2020 as 11:33

A polícia da cidade de Mobile atendeu a um chamado para checar a ocorrência em que Alisha Woodard foi baleada. (Foto: Facebook/Ashley Trinidatruth Wilson)
A polícia da cidade de Mobile atendeu a um chamado para checar a ocorrência em que Alisha Woodard foi baleada. (Foto: Facebook/Ashley Trinidatruth Wilson)

Na sexta-feira da semana passada estava acontecendo o segundo dia da Conferência anual ‘Mulheres de Deus através da Promessa’ na igreja True Cornerstone, na cidade de Mobile, Alabama (EUA), quando o “diabo ... apareceu de maneira mortal”, segundo o pastor Derek Scott Gandy.

“Cheguei em casa cerca de 30 minutos atrás, ainda estou tentando relaxar e dormir um pouco. A conferência foi muito poderosa que os desejos do diabo e por isso ele apareceu de maneira mortal. Não posso entrar em detalhes ou citar nomes agora, mas ore por aqueles que testemunharam o que ninguém deveria, principalmente crianças”, escreveu Derek em uma publicação.

O Departamento de Polícia de Mobile disse em um comunicado que por volta das 23h23 daquela sexta-feira, policiais se dirigiram à igreja, para checar a ocorrência de que uma pessoa havia sido baleada. Quando chegaram ao local, viram uma mulher caída no chão, que aparentemente tinha sido baleada.

O autor dos disparos fugiu do local quando a polícia chegou. Ele foi perseguido pelas autoridades e posteriormente retornou à igreja. Quando os policiais se aproximaram do veículo, o suspeito atirou em si mesmo. Seu carro bateu na igreja. Ele foi declarado morto em cena, enquanto sua esposa foi levada a um hospital local, onde ela está se recuperando.

Amigos da mulher disseram ao WKRG que o homem foi à igreja procurando por sua esposa e acabou atirando nela.

O pastor Gandy, que disse que o atirador e sua esposa eram amigos de sua família, mas preferiu não comentar mais sobre o incidente. Sua esposa, Kula, disse ao WKRG que, assim que a vítima foi baleada, ela começou a orar imediatamente.

"Ela estava chamando por Jesus. Mesmo baleada estava chamando por Jesus", disse Kula Gandy.

Apesar da tragédia, ela insistiu que o diabo não obteve a vitória que ele estava buscando.

"O diabo não vai conseguir a vitória, ele não vai conseguir a vitória", disse ela. "Pude vir e orar por ela e ver que ela já estava olhando para cima e já estava orando, chamando por Jesus. Eu já sabia que Jesus iria cuidar dela".

Kula Gandy disse que está agradecida pelo fato de o atirador não ter batido o carro na igreja lotada, por ele não ter atirado na esposa várias vezes e também por ele ter feito os disparos em meio a uma multidão..

"Eu ainda estou viva, essa jovem ainda está viva", disse ela, observando que a tragédia fortaleceu sua fé.

"Não posso pregar sobre fé se não vivo pela fé, não posso pregar determinação se não vive com ela", disse o pastor Derek Gandy.

Mensagem

Na última quinta-feira, o pastor Derek foi informado pela polícia que o atirador era Ulysses Woodard e a esposa, ainda em recuperação, Alisha Woodard. O casal fazia parte do convívio de Derek e liderava a igreja True Word of Deliverance, em Plichard, Alabama (EUA).

Na noite em que foi baleada, Alisha havia sido a preletora do evento e pregou sobre a passagem de II Reis, que conta a história do profeta Elias e Sunamita.

“Ela estava falando sobre como Sunamita não pediu o filho que recebeu, mas quando recebeu essa bênção, lutou pela bênção que havia recebido do homem de Deus e como, mesmo quando ela foi buscar o homem de Deus e foi questionada como ela estava, ela disse que estava tudo bem. Então, ela manteve a fé, continuou perseverando e, quando chegou ao homem de Deus, apenas o lembrou”, disse Kula.

"Ela estava apenas nos encorajando, lembrando que mesmo quando coisas como a morte estão por toda parte, mesmo quando parece que as bênçãos não parecem estar lá, apenas devemos continuar perseverando”, contou a esposa do pastor Derek.

veja também