‘Bíblia serviu de base para todos os demais conhecimentos’, diz psicólogo Jordan Peterson

A conversa no podcast com Joe Rogan sobre a Bíblia alcançou mais de 2,5 milhões de visualizações e quase 20 mil comentários, em três dias de publicação.

Fonte: Guiame, com informações da CBN NewsAtualizado: sexta-feira, 28 de janeiro de 2022 14:08
Jordan Peterson durante podcast com Joe Rogan. (Foto: Reprodução / YouTube PowerfulJRE)
Jordan Peterson durante podcast com Joe Rogan. (Foto: Reprodução / YouTube PowerfulJRE)

O famoso psicólogo Jordan Peterson falou sobre a importância da Bíblia como peça central das ideias, observando que é essencialmente “o primeiro livro” e que serviu como base sobre a qual outros conhecimentos culturais foram construídos.

“Agora, de muitas maneiras, o primeiro livro foi a Bíblia… por um tempo, literalmente, havia apenas um livro”, disse Jordan Peterson ao popular apresentador de podcast Joe Rogan. “Antes de ser a Bíblia, eram pergaminhos, escritos em papiro.”

O famoso autor e psicólogo observou que a maioria dos outros livros nasceu, portanto, da Bíblia, descrita por ele como uma robusta coleção de textos.

“Todos esses livros, em certo sentido, surgiram desse livro subjacente”, disse Peterson. “E esse livro em si... a Bíblia em si não é um livro. É uma biblioteca. É uma coleção de livros.”

Ele argumentou que a Bíblia é um texto “do qual outros textos dependem”. Isso significa essencialmente que as escrituras ocupam um lugar especial na exibição, definição e perpetuação da verdade.

“Não é que a Bíblia seja verdadeira. É que a Bíblia é a pré-condição para a manifestação da verdade, o que a torna muito mais verdadeira do que apenas verdadeira”, continuou Peterson. “É um tipo totalmente diferente de verdade. Eu acho que isso não é apenas literalmente o caso, de fato. Acho que não pode ser de outra forma. É a única maneira de resolvermos o problema da percepção.”

Livro transformacional

Peterson também revelou que visitou recentemente o Museu da Bíblia em Washington, e observou que era uma “coisa legal” passear e aprender sobre a história do livro transformacional.

Ultimamente, Peterson tem aparecido na mídia com manchetes por razões espirituais. Recentemente, ele chacoalhou o YouTube com uma reflexão sobre oração, convocando nossa cultura sempre divisiva a enfrentar uma pergunta-chave e reflexiva: “Quem é o inimigo aqui?”

Sua filha, Mikhaila Peterson, também revelou em outubro que havia chegado à fé durante uma conversão “muito repentina”.

“Sou muito nova nisso”, disse ela no episódio de 1º de outubro de seu podcast. “O que tenho feito no último mês ou mais é ler a Bíblia e orar. … E tem sido, tipo, a quantidade de paz que tive que nunca tive antes. É completamente absurdo. Eu não posso acreditar”.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições