“Foi Deus”, diz ex-detento após ajudar a salvar vítimas de tornado nos EUA

Marco Sanchez foi recentemente reconhecido por seus esforços heroicos depois de salvar vítimas de tornados em uma fábrica de velas.

Fonte: Facebook CBN NewsAtualizado: sexta-feira, 11 de março de 2022 14:01
Marco Sanchez sendo homenageado pelo xerife Jon Hayden. (Foto: Facebook Graves County Sheriff's Office)
Marco Sanchez sendo homenageado pelo xerife Jon Hayden. (Foto: Facebook Graves County Sheriff's Office)

Homenagem e reconhecimento foram prestados pelo xerife Jon Hayden a um homem identificado como Marco Sanchez, que trabalhava em uma fábrica de velas em Mayfield na noite de 10 de dezembro quando um tornado no Kentuchy (EUA) atingiu e destruiu o prédio.

Preso sob os escombros, Sanchez conseguiu encontrar forças e sair por um buraco embaixo dele. Em seguida, o homem, que tinha uma perna e costelas quebradas, começou a retirar outras vítimas dos escombros.

"Ele ficou preso e sofreu uma perna quebrada e costelas quebradas. Ele conseguiu encontrar um pequeno vazio nos escombros e rastejar para a segurança, apesar de seus ferimentos", escreveu o xerife Jon Hayden.

"O Sr. Sanchez foi altruísta, encontrou ferramentas e outros itens e retornou aos escombros para prestar socorro aos feridos, libertando vários, salvando vidas humanas."

Após ajudar diversas pessoas, Sanchez pegou uma carona com um bombeiro voluntário para ser atendido na emergência médica com outras vítimas.

Depois de ser liberado do hospital, Sanchez, que estava preso na época por um roubo que cometeu enquanto era sem-teto, tentou se entregar a um policial estadual no hospital, relata a CBN News.

O policial, no entanto, disse que não foi capaz de levá-lo sob custódia porque ele estava trabalhando no desastre. Sanchez então foi para um abrigo e foi colocado em contato com a equipe da prisão e levado de volta à custódia.

"O Sr. Sanchez teve muitas decisões a tomar naquela noite. Ele poderia ter tomado a decisão de apenas se salvar, mas não o fez. Suas ações provavelmente resultaram em outras vidas sendo salvas. A série de decisões que ele tomou nos próximos várias horas foram as decisões certas, e nós o aplaudimos por isso, senhor", escreveu o xerife Hayden no Facebook em 22 de fevereiro.

Anexado ao post de Hayden havia uma foto de Sanchez recebendo o “Sheriff's Meritorious Award” por seu ato de heroísmo.

Cumprindo a pena

De acordo com Hayden, quando Sanchez teve a chance de ser colocado em liberdade condicional 14 dias antes de sua sentença terminar, ele disse a um juiz que queria completar sua pena. Em 1º de março, Sanchez foi oficialmente libertado da prisão.

"Ele vai procurar um emprego e um lugar para morar. Esperamos que alguém dê uma chance a ele e lhe dê a oportunidade de começar uma nova vida", disse Hayden. "Ele é um trabalhador esforçado, pois tem ajudado o governo do condado na mudança de escritórios desde o tornado, e é um homem muito humilde. Desejamos a ele o melhor e o aplaudimos por seu senso de humanidade.

Ajuda de Deus

Durante entrevista ao KFVS 12, Sanchez atribuiu a Deus sua capacidade de resgatar as outras vítimas do tornado, apesar de seus ferimentos.

"Isso é realmente Deus", disse Sanchez. "Tive tempo para avaliar o que passei naquela noite e tudo o que fiz, posso dizer honestamente que foi Deus."

Após aparecer na televisão, Sanchez foi reconhecido por sua irmã Gabriela Matloub, que não o via há 15 anos. Moradora do Arizona, ela viajou para a cerimônia preparada pelas autoridades policiais a Sanchez e surpreendeu o irmão.

Gabriela reconheceu o altruísmo do irmão, e o fato de “não pensar nele naquele momento, se ele estava com dor ou não, mas saber que havia outras pessoas que precisavam dele e encontrar forças para voltar e ajudar”.

Após ser libertado da prisão, Sanchez recebeu a doação de um carro do Gabinete do Xerife do Condado de Graves, por suas ações heroicas, para ajudá-lo a trabalhar e a se recuperar.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições