Homem desiste de suicídio ao lembrar do ‘Jesus que os crentes diziam’

Marcelo planejou acabar com sua vida após o fim do casamento, mas lembrou-se das palavras que já ouviu sobre Jesus. Ele procurou uma igreja e teve a família restaurada.

fonte: Guiame, com informações da Igreja Batista Atitude

Atualizado: Quarta-feira, 23 Setembro de 2020 as 2:51

Marcelo, seus filhos Yan e Kayan, e a esposa, Elaine. (Foto: Igreja Batista Atitude)
Marcelo, seus filhos Yan e Kayan, e a esposa, Elaine. (Foto: Igreja Batista Atitude)

Movido pelo desejo de ter uma vida melhor após uma infância pobre, Marcelo se dedicou ao trabalho de maneira exaustiva. Ele se sacrificou a ponto de passar por 5 cirurgias e uma alma depressiva, que buscava ser preenchida por bens materiais.

Na época, a dedicação exagerada ao trabalho e o comportamento desequilibrado gerou problemas com Elaine, com quem era casado há 6 anos. Eles estavam juntos há muito tempo — foram 10 anos de namoro e 3 anos de noivado — e tiveram dois filhos, Yan e Kayan, na ocasião com 6 e 1 ano de idade.

Ainda assim, ambos decidiram pelo divórcio. A separação só intensificou a depressão e Marcelo cogitou interromper a própria vida, segundo testemunho divulgado pela Igreja Batista Atitude, com sede no Rio de Janeiro.

“Tudo caminhava para um fim trágico. O inimigo já investia na vida deles e plantou no coração de Marcelo que ele era o causador de tudo o que estava acontecendo, que não tinha mais jeito e o melhor a fazer era tirar a sua própria vida”, diz a publicação.

Ao ver sua vida desmoronando, Marcelo planejava como faria o suicídio, até que agumas palavras lhe vieram à memória. “Foi quando ele lembrou do que os crentes diziam, que Jesus era a solução para todos os problemas”, diz o testemunho.

“Marcelo resolveu então conversar com Deus e perguntou a Deus. O que ele deveria fazer com sua vida? Se deveria dar um tiro em sua própria cabeça, se a separação seria o melhor caminho ou se simplesmente sumia? Foi quando ouviu uma voz que dizia que, tudo aquilo estava acontecendo porque ele não buscava a Deus”, continua.

Naquele mesmo momento, Marcelo pediu perdão a Deus e resolveu entregar sua vida a Jesus. Foi ali que a transformação começou em sua vida. “O Senhor tirou todo o vazio que existia e encheu o coração daquele rapaz de alegria, uma alegria verdadeira nunca antes sentida. O prazer de viver e a esperança surgia novamente”, diz o texto.

Vida nova

Impactado pelo amor de Deus, Marcelo falou sobre sua conversão aos seus amigos e familiares. Uma dessas pessoas era Elaine. “Chegando em casa falou com sua esposa sobre a experiência que tinha tido com Deus, que já estava decidido entregar a sua vida a Jesus e que iria procurar uma igreja”, diz a publicação.

Marcelo convidou Elaine para ir à igreja com ele, pois acreditava “que Deus seria capaz de restaurar seu casamento”. Elaine aceitou e o marido teve a honra de evangelizar uma das pessoas que ele mais amava; “a primeira de muitas almas que seriam alcançadas por Deus através da vida de Marcelo”.

Marcelo e sua família começaram a frequentar a igreja que seu irmão e cunhada frequentavam. Seus filhos cresceram e acabaram se afastando da igreja, mas passaram a congregar na Batista Atitude após um convite para o culto de jovens. Os pais resolveram acompanhá-los e passaram a congregar junto com os filhos, hoje com 20 e 17 anos.

Hoje, aos 22 anos de casamento, Marcelo e Elaine são líderes de célula, supervisores e cooperam com o ministério de famílias na igreja. “Uma história que poderia ter terminado de forma trágica, foi transformada pelo amor incondicional de Deus e hoje são instrumentos do Senhor para a vida de outros casais”, diz a publicação.

veja também