Seguindo passos de outros prefeitos, cidade do RJ convoca cristãos para jejum e oração

A prefeitura de São Francisco de Itabapoana publicou um decreto pedindo que os cristãos da cidade se unam em jejum e oração diante da pandemia de Covid-19.

fonte: Guiame, com informações do G1

Atualizado: Segunda-feira, 25 Maio de 2020 as 10:41

Prefeita de São Francisco de Itabapoana, Francimara Azeredo, decretou jejum e oração. (Foto: Francimara Azeredo)
Prefeita de São Francisco de Itabapoana, Francimara Azeredo, decretou jejum e oração. (Foto: Francimara Azeredo)

A prefeita de São Francisco de Itabapoana, no Norte Fluminense, publicou um decreto nesta quarta-feira (20) pedindo aos cristãos da cidade que se unam em jejum e oração diante da pandemia causada pelo novo coronavírus.

No decreto, a prefeita Francimara Azeredo da Silva Barbosa Lemos (PSB) considera que sua autoridade foi concedida “pela maior das autoridades que é Deus”. 

O texto convoca para jejum e oração “os padres, pastores, cristãos em geral, pois Deus dará vitória a nossa população, respeitando o isolamento social, evitando aglomeração”.

O jejum foi realizado no último domingo (24), clamando pela misericórdia de Deus, acompanhado de um momento de oração às 18 horas.

“Conclamamos ainda, a todos os cristãos, que nesse dia, precisamente às 18 horas, hora sagrada, para clamar a Deus, em oração única, com a nossa oração do 'Pai Nosso', que nos dê paz, força, união, saúde e vitória sobre esse mal invisível que nos assola”, diz o decreto.

De acordo com o último boletim divulgado pela secretaria municipal de saúde nesta sexta-feira (22), a cidade tem 39 casos confirmados de Covid-19. Entre eles, 28 pacientes já estão recuperados, dois morreram e nove estão em isolamento.

Na última semana, a prefeitura da cidade de Ladário, no Mato Grosso do Sul, publicou um decreto pedindo 21 dias de oração e um de jejum para combater o coronavírus. O documento foi assinado pelo prefeito Iranil de Lima Soares, convocando a população a clamar por livramento e pela bênção de Deus.

Em abril, a Prefeitura de Sarandi, cidade de 21 mil habitantes no Rio Grande do Sul, decretou sete dias de oração. O prefeito Leonir Cardozo convidou toda a população a invocar “o nome do Senhor Jesus Cristo para que Ele nos traga livramento”.

O mesmo foi feito pelo prefeito de Cascavel (PR), Leonaldo Paranhos, que saiu em frente ao paço municipal para se unir em oração com a população da cidade.

veja também