Tiroteio em igreja no Texas deixa 2 mortos e membros detém criminoso

Um homem armado disparou contra membros de uma igreja durante um culto no Texas. Duas pessoas foram mortas e outras duas ficaram feridas.

fonte: Guiame, com informações da Associated Press

Atualizado: Segunda-feira, 30 Dezembro de 2020 as 9:38

Vídeo mostra fiéis se escondendo durante tiroteio em igreja no Texas. (Foto: West Freeway Church of Christ/Law Enforcement via AP)
Vídeo mostra fiéis se escondendo durante tiroteio em igreja no Texas. (Foto: West Freeway Church of Christ/Law Enforcement via AP)

Um homem disparou contra fiéis no culto de uma igreja do Texas no domingo (29), matando duas pessoas antes de ser morto a tiros por membros que revidaram, disse a polícia.

As autoridades elogiaram a ação dos dois fiéis que abriram fogo contra o atirador. Ambos eram parte da equipe de segurança voluntária da West Freeway Church of Christ, na cidade de White Settlement. Não ficou claro se as duas pessoas mortas foram as duas que atingiram o atirador.

"Essa equipe respondeu rapidamente e, em seis segundos, o tiroteio terminou. Dois dos membros que eram voluntários da equipe de segurança sacaram suas armas e mataram o assassino imediatamente, poupando um número incontável de vidas", disse o tenente-governador Dan Patrick, em entrevista coletiva.

Britt Farmer, pastor sênior da igreja, disse: "Perdemos dois grandes homens hoje, mas poderia ter sido muito pior".

As autoridades disseram que havia mais de 240 fiéis na Igreja West Freeway no momento do tiroteio. Duas pessoas com ferimentos leves foram tratadas no local.

O chefe do Departamento de Polícia de White Settlement, JP Bevering, disse que o atirador se sentou em um banco antes de se levantar, tirar uma espingarda e disparar contra um membro que foi morto. Ele disse que a equipe de segurança da igreja "eliminou a ameaça".


Fachada da West Freeway Church of Christ em White Settlement, no Texas. (Foto: Juan Figueroa/The Dallas Morning News via AP)

Os oficiais não divulgaram os nomes das vítimas ou do atirador. O agente especial responsável pelo FBI, Matthew DeSarno, disse que estão trabalhando para identificar o motivo do atirador, que havia sido preso várias vezes no passado.

Um ancião da igreja disse ao New York Times que um dos mortos era um segurança que respondeu ao atirador, chamando-o de amigo querido. "Ele estava tentando fazer o que precisava para proteger o resto de nós", disse o ancião Mike Tinius. "É extremamente perturbador ver alguém cometendo violência".

O governador do Texas, Greg Abbott, pediu orações pelos familiares das vítimas e pela comunidade de White Settlement. "Os locais de culto são feitos para serem sagrados, e sou grato pelos membros da igreja que agiram rapidamente para derrubar o atirador e ajudar a evitar novas perdas", disse Abbott no Twitter.

O tiroteio de domingo no Texas foi o segundo ataque a uma reunião religiosa nos EUA em menos de 24 horas. Na noite de sábado (28), um homem esfaqueou cinco pessoas enquanto celebravam o Hanucá em uma comunidade judaica ortodoxa ao norte da cidade de Nova York. 

veja também