"O Evangelho não muda, mas estratégias para alcançar os jovens sim", diz Idma Brito

Em entrevista ao Guiame, a cantora disse que a Igreja precisa buscar novas estratégias para influenciar os jovens.

fonte: Guiame, Karlos Aires

Atualizado: Terça-feira, 25 Julho de 2017 as 4:35

Idma Brito é de Tocantins e agora faz parte dos artistas contratados pela Sony Music Gospel. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa).
Idma Brito é de Tocantins e agora faz parte dos artistas contratados pela Sony Music Gospel. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa).

Se por um lado podemos ver jovens se engajando cada vez mais cedo na obra de Deus, por outro muitos acabam deixando de frequentar a igreja e desistem do Evangelho. Para a cantora Idma Brito, o mais novo nome da Sony Music Gospel, é necessário que os líderes estejam prontos para preparar a juventude cristã, pois muitas são as tentações.

A adoradora de Tocantins, nascida em Araguaína, disse em entrevista para o Portal Guiame durante a Expoevangélica 2017 como ela têm alertado os jovens para os perigos do mundo. “Eu direciono minhas músicas a todos os públicos, mas principalmente ao Jovem. Eu procuro sempre levar uma mensagem de amor, de paz e falando do Evangelho do Senhor Jesus como um alerta mesmo a essa geração”, contou.

Idma falou que a igreja precisa renovar suas estratégias para alcançar os jovens. “Vivemos em épocas diferentes. Existem alguns religiosos que ainda estão presos ao passado. Eu costumo dizer que o Evangelho de Cristo nunca mudou e nunca vai mudar, pois Jesus é o mesmo. Mas a estratégia que você utiliza para alcançar os jovens precisa ser diferente. Na época do apóstolo Paulo era uma e hoje é outra. Do mesmo jeito, daqui há 20 anos as coisas vão se modificar”, ressaltou.

“O Evangelho não vai mudar, mas a estratégia para alcançar os jovens precisa. Hoje vivemos em uma época em que a violência aumentou, as drogas aumentaram. É a época das redes sociais , então o jovem está ligado, ele quer novidade. Eu não digo que a gente deve trazer o mundo para a igreja, mas devemos buscar estratégias para influenciar esses jovens. Eles querem tudo de forma imediata e os líderes devem trabalhar esses jovens. Não adianta só dar um cargo na igreja, tem que preparar e estudar para que ele um dia esteja lá na frente”, disse.

Jovens e a rejeição da Igreja

Para Idma, a Igreja precisa acolher o jovem arrependido quando ele cai no erro da rebeldia. “Muitas pessoas dizem: ‘Ah, se deixou a igreja é porque nunca esteve lá por causa de Jesus, estava lá por causa de pessoas’. É claro que se você desobedece o seu pastor, é pecado, você vai desobedecer a sua liderança. Mas, há a necessidade desses líderes aprenderem a buscar métodos para entender o adolescente”, pontua.

“Trabalhar com o jovem não é fácil. Às vocês você pensa assim: ‘Quem está em Cristo sabe qual o caminho certo’. Mas, como trabalhar isso no jovem? Ele ainda não tem maturidade, ele vai para a faculdade e lá tem um mundo extenso para ele. A igreja precisa estar em cima, criando discípulos, ensinando, orientando e incentivando os pais a acompanharem melhor seus filhos. Não é excluir o jovem. Ele vai se sentir desprezado. A ideia é tratar. São pessoas passivas de situações, de cair no erro. Nós somos seres humanos, sujeitos a erros e não é por isso que a Igreja tem que apedrejar, mas fazer como Jesus e estender a mão, abraçar, cuidar e tratar da ferida”, indicou.

Música

Idma ainda conta como a música teve início em sua vida. “A música surgiu na minha vida desde a infância. Comecei a cantar com meu pais aos quatro anos. Meu pai pegava a sanfona e me colocava para cantar. Às vezes eu errava feio e ele me dizia para voltar do começo. Ele foi me incentivando a cantar na igreja e foi por meio de um festival que eu soube que poderia crescer na música”, disse.

“Eu fiquei classificada como uma das vencedoras e ganhei um violão. Eu fiz aula de violão e com isso nasceu no meu coração o desejo de gravar um CD, de produzir minhas músicas e em 2013 gravei meu primeiro CD, mas não divulguei muito. E para honra e glória do Senhor eu gravei o álbum ‘Celebrai’, que é o segundo e veio esse presente da Sony Music que tem me ajudado bastante”, finalizou.

Confira a canção "Minha Cura" de Idma Brito:

veja também