Ministério resgata mais de 300 deficientes na Ucrânia: “Praticando o cristianismo”

O “Joni and Friends'' está ajudando ucranianos que não conseguiram sair do país devido a suas limitações físicas.

Fonte: Guiame, com informações da CBN NewsAtualizado: terça-feira, 5 de abril de 2022 19:28
O ministério “Joni and Friends'' está resgatando ucranianos com deficiência. (Foto: Facebook/Joni and Friends).
O ministério “Joni and Friends'' está resgatando ucranianos com deficiência. (Foto: Facebook/Joni and Friends).

Um ministério resgatou mais de 300 deficientes em zonas de guerra na Ucrânia desde o início da invasão russa. 

O “Joni and Friends'', uma organização cristã que leva o Evangelho e ajuda a deficientes em todo o mundo, iniciou uma operação de resgate para ajudar os ucranianos com deficiência que ficaram presos no país.

Joni Eareckson Tada, fundadora do ministério que ficou tetraplégica em um acidente há 50 anos, contou que muitos ucranianos não conseguiram escapar da guerra devido a suas limitações físicas.

"Imagine se você é tetraplégico como eu. Eu não posso usar minhas mãos. Estou em uma cadeira de rodas e se você está no sétimo andar de um prédio em Mariupol sendo bombardeado, não é como se você pudesse pular da cama, pegar algumas coisas, sair correndo pela porta da frente e correr para a fronteira”, explicou Joni, em entrevista à CBN News.

"Você não pode fazer isso. E assim, muitas dessas pessoas com deficiência estão presas em apartamentos. Muitas delas estão em porões", ressaltou.

A cristã relatou que o ministério continua trabalhando para resgatar os ucranianos com deficiência do conflito. 


O ministério “Joni and Friends'' está resgatando ucranianos com deficiência. (Foto: Facebook/Joni and Friends).

“Nossas equipes estão procurando por essas pessoas mesmo nas partes mais perigosas do leste da Ucrânia para resgatá-las e levá-las para a fronteira e para um refúgio seguro não apenas na Polônia, mas na Alemanha e na Holanda”, disse Eareckson.

Segundo a fundadora, pouco antes da invasão da Rússia, o ministério estava pronto para iniciar a construção de um centro para deficientes na Ucrânia, chamado Joni's House. Entretanto, com a explosão da guerra, os planos foram adaptados para ajudar os refugiados mais necessitados.

“Redirecionamos tudo para serem usados ​​para garantir casas e instalações de cuidados para os idosos e na construção de barricadas para proteger as pessoas com deficiência", afirmou Joni.

A equipe da “Joni and Friends” que faz o resgate na Ucrânia enfrenta uma jornada cheia de perigos. “Os cristãos que estão se oferecendo para dirigir os ônibus pelos corredores onde há bombardeios pesados estão correndo um grande risco”, lembrou Eareckson.

Joni Eareckson pediu que os cristãos em todo mundo orem pela proteção daqueles que estão ajudando nas operações de resgate. “Essas pessoas estão exaustas, em estado de choque, mas ainda assim estão praticando o cristianismo com as mangas arregaçadas", observou ela. 

“Por favor, ore pela equipe que está fazendo o esforço valente e muito corajoso para ir às partes mais perigosas encontrar essas pessoas com deficiência e trazê-las em segurança”.



Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições