Missão Jocum monta acampamento para ajudar venezuelanos na fronteira da Colômbia

Milhares de pessoas cruzam a fronteira colombiana todos os dias em busca de refúgio no país vizinho.

fonte: Guiame, com informações do Evangelical Focus

Atualizado: Quarta-feira, 31 Julho de 2019 as 12:47

Tenda da Esperança em Cúcuta, Colômbia, na fronteira com a Venezuela. (Foto: Reprodução/Carpa Esperanza)
Tenda da Esperança em Cúcuta, Colômbia, na fronteira com a Venezuela. (Foto: Reprodução/Carpa Esperanza)

O projeto Jocum (Jovens com uma Missão) e a Operação Bênção (Operation Blessing) têm como objetivo “ser um refúgio” para milhares de venezuelanos que atravessam a fronteira da Colômbia todos os dias.

Juntos, os missionários dos grupos trabalham “para encontrar alimento espiritual e ajudar em qualquer coisa que [os refugiados venezuelanos] precisem”.

Milhares de pessoas, vindas da Venezuela, cruzam a fronteira colombiana todos os dias. Algumas decidem permanecer na Colômbia e outras continuam caminhando para outros países da América Latina, como Equador e Peru. Todos buscam um futuro melhor, em meio à crise econômica e social da Venezuela.

A Tenda da Esperança (Carpa Esperanza) é um projeto da Jocum (Juventude Com uma Missão) e da Operação Bênção, que tem como objetivo cuidar de todos os transeuntes, para que sua viagem seja mais fácil.

Jorge Parejo, um missionário da Jocum Colômbia, viu essas pessoas quando foi da cidade de Bucaramanga a Cúcuta, na fronteira entre a Colômbia e a Venezuela, e assim decidiu iniciar o projeto.

Jorge Parejo, missionário da Jocum, compartilha o Evangelho com alguns venezuelanos. (Foto: Reprodução/Carpa Esperanza)

“O que mais nos inspira é o amor de Deus. Os novos projetos, os ministérios, começam aí, quando vemos uma necessidade, e temos o amor de Deus conosco, queremos compartilhá-lo”, disse Parejo à Global News Alliance.

O missionário da Jocum explicou que “Tenda Esperança é um refúgio onde os caminhantes podem encontrar comida espiritual, que é realmente importante, comida material e ajuda em qualquer coisa que eles precisem”.

“Queremos que eles se sintam à vontade conosco, para encontrar força, apesar do tempo difícil que estão vivendo. Esperamos que eles entendam que Jesus está com eles, Ele os ama, isso é muito importante na Tenda Esperança”, acrescentou.

Os voluntários recebem cerca de 200 transeuntes todos os dias. Eles os acolhem e lhes dão comida, sapatos, remédios e qualquer outra coisa de que precisem.

Voluntários oram com os transeuntes na fronteira. (Foto: Reprodução/Carpa Esperanza)

Eles também fazem massagens nos pés lesionados, enquanto conversam com refugiados sobre o amor de Deus e o Evangelho. Depois, oram com eles.

A Tenda Esperança começou em 23 de outubro de 2018 e está localizado na cidade colombiana de Cúcuta, na fronteira com a Venezuela.

Neste verão, os voluntários da Jocum montaram outro acampamento na cidade de Bucaramanga. “O ideal seria que ninguém mais viesse à nossa casa, mas estaremos aqui até a crise acabar”, concluiu Parejo.

veja também