Bruna Karla diz que não canta em ‘igreja gay’: “Não vou compactuar”

A cantora fez declarações fortes em uma live em seu canal oficial no Instagram e no Positivamente Podcast, expondo sua visão do Evangelho.

Fonte: Guiame, Adriana BernardoAtualizado: terça-feira, 14 de junho de 2022 11:49
Bruna Karla no Positivamente Podcast. (Captura de tela YouTube Positivamente Podcast)
Bruna Karla no Positivamente Podcast. (Captura de tela YouTube Positivamente Podcast)

Bruna Karla fez um vídeo se posicionando sobre comportamentos que julga inadequados para os cristãos. Em seu canal oficial no Instagram, que tem mais de 5 milhões de seguidores, a cantora disse que muita gente tem medo de se posicionar nos dias atuais e receber críticas.

“Esse é o tempo que precisamos pregar a verdade”, declarou. “Só Jesus é o caminho, a verdade e a vida”.

A cantora disse que “tem um evangelho pregado por aí que não é o Evangelho de Jesus” e que “temos que pregar que Jesus está voltando”.

Bruna disse que não devemos “nos preocupamos com a aceitação da internet, com comentários” e com aqueles que podem não gostar de um posicionamento bíblico.

“Não dá mais para pensar nisso. Chega! Esse é um tempo pregar a verdade, se você gostar ou não”, disse. “Tem vidas sendo ceifadas”, lembrou.

Bruna afirmou que o crente deve esperar o confronto. “Não vamos agradar, nós estamos aqui para confrontar e para anunciar o Evangelho do Senhor, para anunciar que não dá pra viver um Evangelho raso”.

‘Não compactuo’

Em recente participação no Positivamente Podcast, a cantora fez algumas afirmações sobre o modo de vida de pessoas que, segundo ela, vivem apenas pontos isolados da Bíblia.

“Eles se esquecem de que a Palavra é toda para ser vivida”, disse, lembrando que Deus pedirá àqueles que estão à frente dessas igrejas conta do que eles ensinaram. “Estão todo um povo a viverem uma vida completamente contrária [aos princípios bíblicos]”.

Bruna classificou de engano esse tipo de evangelho. “A palavra não diz ‘venha como estás e permaneça como estás’. Não. Diz ‘venha como estás porque aqui você será transformado’. O Evangelho é muito claro e diz que a porta é estreita”, justificou.

A cantora disse ainda que outra verdade é que “está escrito que por amor ao Senhor, seremos odiados”, explicando que o Evangelho é claro sobre santidade e os cristãos precisam viver segundo ele.

Bruna falou que não canta em igrejas que pregam um evangelho fora dos princípios, como igrejas inclusivas para o estilo de vida gay. “Não vou compactuar com algo que está completamente fora dos princípios. O que o Senhor tem para cada um de nós é uma vida transformada”.

Liberalismo

Bruna disse que o Evangelho pregado em muitos lugares é muito superficial, muito liberal, e que tudo é tachado de “religiosidade”. E que está se levantado de tudo por aí para enganar o povo. As pessoas querem viver segundo seus próprios interesses e aquilo que agrada o seu coração.

A intérprete de “Sou Humano” disse que o crente precisa agir de forma diferente do mundo. “Em nome de Jesus, você precisa se vestir decente sim, você é diferente. Você não vai andar igual o mundo, para com isso, em nome de Jesus!”, disse, chamando a atenção de jovens e mulheres.

“Eu não vou misturar o santo com o profano. O altar é santo”, disse. “Não apenas dentro da igreja, mas o seu coração é o altar”, disse sobre coisas que as pessoas fazem que são contrárias a princípios bíblicos.

Ela disse que o servo do Senhor precisa ser diferente. “A palavra diz que devemos ser imitadores de Cristo”, reforçou.

A cantora disse que tem muita gente pregando engano e que não precisam viver como a Bíblia diz.

“As pessoas querem viver segundo seus próprios interesses. O Evangelho não é eu viver do jeito que quero... Não posso adaptar a Bíblia à minha vida. Ao contrário, eu que devo me adaptar à Bíblia, devo ser transformada por esse Evangelho. Por isso tem tanta gente doente, vivendo um Evangelho que agrada o seu coração; não vive a Palavra”.

Bruna disse também que “viver os princípios não é religiosidade. É ser crente”.

Ela relembrou que a porta do Céu é estreita, e não larga como muitos acreditam e pregam. “Não se preocupe se não vai agradar o mundo, mas você precisa fazer a diferença”, disse citando Isaías 41.

Assista:

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições