Série da Record "A Bíblia" bate recorde de audiência na TV

Além de entreter, a emissora propaga ideias e valores bíblicos.

Fonte: Guiame, com informações de Na TelinhaAtualizado: sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022 15:14
Cenas do seriado “A Bíblia” da Record. (Foto: Divulgação/Record TV)
Cenas do seriado “A Bíblia” da Record. (Foto: Divulgação/Record TV)

O compilado de novelas da Record — A Bíblia — teve sua melhor semana no Ibope, acumulando 11 pontos médios, conforme dados que o NaTelinha obteve através de fontes do mercado.

Com isso, a novela se tornou um dos produtos de maior audiência na TV. O seriado é composto pelas novelas: Sansão e Dalila (2011), Os Dez Mandamentos (2015), A Terra Prometida (2016) e Gênesis (2021).

A produção já exibiu os principais acontecimentos do livro de Gênesis até a saída do povo de Israel do Egito, liderada por Moisés (Guilherme Winter), com a abertura do Mar Vermelho.  

A narrativa seguiu com Josué (Sidney Sampaio) guiando os hebreus à Terra Prometida, com a conquista de Jericó. A novela avança no tempo e mostra o fim do período dos juízes. Ao final, a história segue com o profeta Samuel ungindo Saul, como o primeiro rei de Israel. 

Formação de atores evangélicos

Segundo a TV Record, há um projeto que pretende dar espaço para artistas cristãos — Escola de Teatro. A emissora anunciou, em setembro de 2021, que planeja formar atores e atrizes evangélicos para atuarem em futuras novelas da emissora. 

O propósito é propagar o cristianismo na arte brasileira e dar espaço para artistas cristãos em todos os segmentos da dramaturgia. 

na dramaturgia e propagar o cristianismo na arte brasileira.

A IURD (Igreja Universal do Reino de Deus) considera que já tem experiência para lançar seus próprios atores, já que possui diversos grupos de teatro amador em suas igrejas no Brasil. 

Nos bastidores, o projeto é visto como ousado, mas a cúpula da Record e da Igreja Universal já aprovou a ideia, que deseja mostrar como os cristãos vivem no Brasil e também evangelizar o país. A Record espera que já em 2023 possa colocar os primeiros atores que se destacarem na formação em suas produções.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições