Pessoas em quarentena no Oriente Médio e África recorrem à TV cristã em busca de esperança

A SAT-7 EUA é uma emissora por via satélite que transmite programação 100% cristã no Oriente Médio e no norte da África.

fonte: Guiame, com informações do UG Christian News

Atualizado: Quinta-feira, 19 Março de 2020 as 2:54

Família iraniana assiste programação cristã enquanto prossegue em quarentena por causa do coronavírus. (Foto: Reprodução/UGCN)
Família iraniana assiste programação cristã enquanto prossegue em quarentena por causa do coronavírus. (Foto: Reprodução/UGCN)

No olho da tempestade de coronavírus, telespectadores ansiosos no Oriente Médio e no norte da África procuram encontrar na TV cristã mensagens de tranquilidade. Milhares estão desesperados por ver "esperança viva" à medida que a crise global aumenta.

"No momento, com muitos países adotando medidas de quarentena e bloqueios - e as pessoas ficando em casa isoladas por causa do vírus COVID-19, milhões estão procurando nos canais por esperança que seja viva e real", disse o presidente da SAT-7 EUA, Dr. Rex Rogers.

A SAT-7 EUA é uma emissora por via satélite que transmite programação 100% cristã no Oriente Médio e no norte da África, com pregações e testemunhos do poder de Deus – e que tem colhido muitos frutos para Jesus.

"Nunca tantas pessoas nesta região foram tão abertas ao evangelho e receptivas aos nossos programas que as apresentam a uma 'fé viva'", disse Rogers. "Eles estão desesperados para ver uma verdadeira esperança nos cristãos que estão vivendo sua fé e cheios do amor de Deus".

A programação do SAT-7 alcança os espectadores em suas casas por meio de programas ao vivo, da "vida real" em idiomas árabe, farsi e turco, além de um canal infantil, mostrando aos espectadores o que significa ser um seguidor de Cristo, especialmente em uma crise.

No Irã - um dos pontos críticos de coronavírus do mundo, onde mais de 700 pessoas morreram até agora - os espectadores preocupados, muitos dos quais estão "autoisolados" e ansiosamente presos em casa, estão sintonizando o show interativo ao vivo para compartilhar suas experiências e receber conselhos de médicos convidados.

Com mais da metade da população de 82 milhões de habitantes do Irã com menos de 35 anos e 800.000 crentes no movimento explosivo da igreja subterrânea do país, a TV por satélite desempenha um papel vital de "incentivador" - especialmente durante crises e perseguições. É ilegal para os cristãos no Irã realizar cultos na igreja em farsi ou compartilhar sua fé com não cristãos.

Uma espectadora, Nadia, que é técnica de farmácia, disse: “Os iranianos estão muito preocupados com o coronavírus, inclusive eu. Amigos me dizem para deixar meu emprego, o que eles dizem que me expõe ao vírus. Mas deixei de lado o medo e confio no Senhor para mim (e) minha família. Minha esperança é que eu acorde e descubra que esse pesadelo acabou”.

No Egito, os telespectadores estão sendo incentivados a combater o medo com fé.

"Quando você é membro da família de Jesus, nunca precisa ter medo de nada", disse o apresentador Melad Awad aos telespectadores do programa SAT-7 KIDS Family of Jesus, transmitido no Egito.

"Não tenha medo de um vírus, ou de qualquer coisa que possa acontecer, porque o próprio Jesus está conosco", disse Awad a sua jovem audiência.

"A televisão por satélite está incentivando os telespectadores que enfrentam grande incerteza e tribulação em suas vidas", disse Rogers. "É um meio visual poderoso para espalhar as boas notícias - levar a mensagem diretamente às casas das pessoas, independentemente do coronavírus ou de qualquer circunstância externa".

veja também