Mulher alcoólatra é curada ao receber oração: “Jesus ainda salva e liberta”

Evangelista disse que ela estava possuída por demônios. De bêbada e atormentada, a mulher ficou sóbria e começou a louvar a Deus.

Fonte: Guiame, com informações de God TVAtualizado: sexta-feira, 29 de abril de 2022 13:42
Jennifer e o marido Ken, em evento evangelístico. (Foto: Reprodução/Facebook D.R. Harrison — Voice of Hope Evangelistic Ministries)
Jennifer e o marido Ken, em evento evangelístico. (Foto: Reprodução/Facebook D.R. Harrison — Voice of Hope Evangelistic Ministries)

Jennifer fazia parte das estatísticas que mostram que as mulheres já se igualaram aos homens no consumo de álcool, em vários países. 

No Brasil, por exemplo, um levantamento recente do IBGE revelou que o consumo de bebidas está cada vez maior — um em cada quatro brasileiros bebe com frequência. E esse número aumentou com a participação do sexo feminino. 

Mas o marido de Jennifer estava desesperado com essa condição que ele descrevia como “mais que um vício”. Ken, então, decidiu levá-la a um evento evangelístico.

“Nunca vi nada igual”

Ken tinha uma convicção: somente Jesus poderia salvá-la. E foi o que aconteceu. Durante uma cruzada do Ministério Evangelístico Voz da Esperança, que aconteceu em Carolina do Norte (EUA), o evangelista D. R. Harrison disse que “nunca viu nada igual”. 

Na noite de terça-feira (25), um milagre aconteceu. Ken levou Jennifer para o evento e pediu ajuda ao evangelista. “Ela precisa de ajuda, está morrendo de tanto beber”, gritou.

Ao serem chamados para subir no palco, Jennifer precisou de ajuda pois não conseguia nem andar. Ninguém sequer entendia o que ela falava.

Harrison descreveu a situação como “desesperadora” e disse que ela estava possuída por demônios. Ele orou por mais de uma hora e teve que lidar com os demônios que a oprimiam.

Libertação

O evangelista disse que viu demônios saindo sob o poder do nome de Jesus. E, de forma surpreendente, Jennifer voltou a si, conforme a God TV. 

De bêbada e atormentada, a mulher ficou sóbria e começou a louvar a Deus. Nesse momento, ela abraçou o marido e chorou emocionada. 

Naquela noite, o casal voltou para casa com o coração cheio de gratidão. Harrison, o evangelista que foi usado como um instrumento de Deus na vida daquela mulher, encorajou as pessoas através de suas redes sociais.

“Ainda há poder no nome de Jesus. Ele ainda está salvando pecadores e libertando os cativos”, escreveu ao citar João 8.36: “Se o filho, pois, vos libertar, verdadeiramente sereis livres”. 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições