Governador de estado que provocou derrubada de aborto celebra: ‘Mais corações batendo’

Após suspensão da Roe v Wade, o governador Tate Reeves chamou a decisão da Suprema Corte americana de corajosa.

Fonte: Guiame, com informações da WAPT16 ABCAtualizado: segunda-feira, 27 de junho de 2022 12:04
Tate Reeves, governador do Mississipi. (Foto: Reprodução / Facebook Tate Reeves)
Tate Reeves, governador do Mississipi. (Foto: Reprodução / Facebook Tate Reeves)

O governador do Mississipi, Tate Reeves, divulgou uma declaração em resposta à decisão da Suprema Corte dos EUA sobre a derrubada da lei que garantia o aborto em todo o território americano.

O caso foi à corte americana provocado por uma ação no Mississippi, que acabou anulando Roe v. Wade.

Tate celebrou a vida e disse que “o Mississippi levou a nação a superar uma das maiores injustiças da história do nosso país”.

Ele citou o caso como histórico perante a Suprema Corte dos Estados Unidos que “tornou a nação mais segura para as crianças do que antes”

“Sejamos claros: esta decisão resultará diretamente em mais corações batendo, mais carrinhos empurrados, mais boletins dados, mais jogos da liga infantil e mais vidas bem vividas. É um dia alegre! Amanhã, acordaremos para um novo mundo, entusiasticamente preparados para enfrentar os desafios futuros e tomar todas as medidas necessárias para apoiar mães e filhos”, declarou.

Agenda pró-vida

Tate disse que a vitória na Suprema Corte não significa o final da luta. “Devemos lembrar que nosso trabalho ainda não acabou. O movimento pró-vida deve se dedicar a garantir que as mães e seus bebês recebam o apoio de que precisam durante e depois da gravidez”.

Ele disse ainda que o “objetivo do Mississippi nunca foi simplesmente ganhar um processo judicial – foi criar uma cultura de vida em todo o país”.

Para que isso aconteça, Tate disse que o estado busca ser pró-vida em todos os sentidos da palavra, “apoiando mães e crianças por meio de políticas de compaixão e trabalhando para garantir que cada bebê tenha uma família que os ame”.

“O Mississippi trabalhará incansavelmente para atingir esses objetivos e continuará a construir uma cultura que apoie mães e filhos, valorizando a dignidade inerente a cada indivíduo”, disse Tate. “Esta é a nossa nova agenda pró-vida”.

Coragem

Tate fez elogios aos juízes pela decisão que provou uma série de protestos e manifestações contrárias. Ele disse que todos deveriam ser capazes de condenar atos de violência, que atingiram inclusive igrejas:

“Aplaudo os juízes da Suprema Corte por sua coragem em emitir esta decisão bem fundamentada. Foi preciso coragem para manter a coragem de suas convicções, especialmente em meio a um vazamento sem precedentes que visava ameaçar a integridade da Corte, uma tentativa de assassinato, ameaças de tumultos e ataques a igrejas e centros de gravidez”.

Tate apelou pela unidade dos americanos em torno de questões sensíveis, como o aborto.

“Oro para que os americanos se unam, ouçam uns aos outros e debatam essa questão pacificamente. Somente indo além de nossas divisões e tendo conversas respeitosas podemos começar a curar as feridas desta nação”, declarou.

Tate finalizou dizendo que “Estamos nos ombros de gigantes. Esta vitória foi alcançada graças aos esforços incansáveis ​​de tantos ao longo de décadas”.

Por fim, o governador agradeceu, “aos advogados que defenderam este caso para nós, cidadãos apaixonados que pressionaram essa questão por anos e aqueles que oraram por este dia por muitas décadas. Peço aos meus companheiros do Mississippi que se regozijem hoje e continuem orando, pois o trabalho não está concluído. Deus abençoe!”

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições