Como um ministério cristão resgatou 300.000 ucranianos

A rede inclui 20 denominações cristãs, quase 60 organizações e ministérios e mais de 500 igrejas.

Fonte: Guiame, com informações do Eternity NewsAtualizado: quarta-feira, 1 de junho de 2022 11:26
Missionária da Awakening Europe evangelizado refugiados na fronteira da Ucrânia. (Foto: Instagram Michael Job)
Missionária da Awakening Europe evangelizado refugiados na fronteira da Ucrânia. (Foto: Instagram Michael Job)

A Ucrânia passou a ser o epicentro do noticiário mundial desde que foi invadida pela Rússia, no final de fevereiro. Antes disso, pequenos grupos de cristãos em todo o país e Europa Oriental formaram conexões sobre seu desejo de compartilhar o Evangelho por meio do esporte.

Durante 14 anos, esses cristãos colaboraram, compartilharam recursos e se comunicaram em uma rede que cresceu para 218 locais. Após a invasão da Ucrânia, eles entraram em ação.

O trabalho é conjunto, enquanto o governo e as organizações humanitárias se concentram nas prioridades nacionais, a rede ministerial se concentra em cuidar de “todos os bairros, todas as casas e todas as famílias que estão em crise”.

A rede inclui 20 denominações cristãs, quase 60 organizações e ministérios e mais de 500 igrejas.

Eles trabalham com a real dor e necessidade dos vulneráveis e os métodos mais eficazes e de baixo custo para levar solução às pessoas desesperadas.

A atual crise provocada pela guerra já evacuou 274.000 ucranianos, todos apoiados e ajudados pela rede, de acordo com uma atualização de vídeo gravado em abril, apenas um mês após o início dos esforços para ajudar a população. Agora, esse número já aumentou drasticamente.

Mobilização

A Eternity News fez um levantamento junto à rede, mostrando como esta operação tem se tornado possível.

Em março, a rede estabeleceu um “Centro de Ajuda de Comando” – uma equipe de 16 líderes baseados na Ucrânia, Romênia, Polônia, Moldávia e Estados Unidos. A equipe está em contato 24 horas por dia, 7 dias por semana, permitindo que eles tomem decisões rápidas.

O centro de comando chega às pessoas localizadas em áreas perigosas para fornecer maneiras seguras de evacuar aqueles que têm seu próprio transporte. Para aqueles sem transporte, uma frota de 400 carros dirigidos por voluntários está de prontidão para evacuar “alvos específicos”.

A rede também comprou quatro ônibus de 50 passageiros, duas ambulâncias e 15 vans de 20 passageiros para ajudar a evacuar aqueles sem transporte – principalmente de cidades em zonas de guerra como Kyiv, Nikolaev, Chernihiv, Kharkiv, Mariupol e Zaporizhzhia – para áreas mais seguras, no oeste da Ucrânia.

Outros 119 “Centros de Ajuda” foram criados em três estados da Ucrânia – em Khmelnitsky, Ternopil e Zakarpattia. Estes são operados por diferentes organizações e indivíduos associados à rede do ministério esportivo e funcionam fora de igrejas, academias, escritórios, casas e escolas.

Assistência

Mais de 12.000 pessoas passam por esses centros todos os dias. Aqui eles coletam alimentos e necessidades básicas, e às vezes ficam por algumas noites em acomodações temporárias.

Alguns centros de ajuda fornecem suporte regular, enquanto outros fornecem assistência pontual, incluindo o fornecimento de 2.000 sacos de dormir e colchões, 180 colchões de solteiro, 20 geradores elétricos, 40 fogões a gás portáteis e 20 sistemas de purificação de água.

Levar suprimentos para as pessoas no terreno requer uma linha de montagem bem organizada. Os itens são comprados na Europa, entregues e classificados na Romênia e depois transferidos para armazenamento na Ucrânia e na Moldávia.

O centro de ajuda do comando coordena onde e quando a ajuda é necessária, e motoristas voluntários de diferentes organizações e igrejas a entregam ao destino final, incluindo centros de ajuda. De lá, voluntários em carros e a pé vão para apartamentos, porões e abrigos para fornecer suprimentos às pessoas.

No início de abril, quase 600 toneladas de ajuda foram distribuídas. 81.000 pessoas receberam pacotes de alimentos de 7 kg – o suficiente para alimentar uma família de quatro pessoas por uma semana – através de centros de ajuda, 15 hospitais e outros locais de distribuição, informou a Eternity.

Grupos vulneráveis

O processo de evacuação da rede do Ministério do Esporte é igualmente meticuloso. À medida que mulheres, crianças, idosos e deficientes físicos chegam à fronteira, os membros das igrejas locais estão lá para recebê-los e servir chá e comida enquanto as pessoas esperam em longas filas.

Missionária ajuda crianças, mulheres e idosos na fronteira da Ucrânia. (Foto: Instagram Michael Job)

Por outro lado, organizações parceiras acolhem refugiados e fornecem cobertores quentes, cartões SIM, refeições quentes e instruções para encontrar abrigo temporário antes de continuar sua jornada. Cerca de 7.500 pessoas são atendidas diariamente na fronteira.

Esforço conjunto

Outros 31 centros de ajuda baseados na Romênia, Polônia e Moldávia oferecem acomodação temporária para evacuados por até 30 dias. As equipes do ministério fornecem alimentos e itens essenciais, e também envolvem as crianças em atividades diárias, incluindo esportes, escola e aulas de descoberta da Bíblia. Existem grupos de cura de trauma e estresse para mulheres e homens, e cultos em ucraniano e russo.

Os refugiados ucranianos também recebem recursos bíblicos por meio de organizações parceiras. Mission Eurasia e Bible Mission imprimiram mais de um milhão de Bíblias de Ação para crianças, Novo Testamento para adultos e 2000 Faith Comes By Hearing, dispositivos bíblicos de áudio e vídeo que estão em produção para refugiados.

Após sua curta estadia nos centros de ajuda, os refugiados recebem até seis meses de acomodação por meio de uma rede de moradias confiáveis ​​em toda a Europa Ocidental – inclusive na Itália, Alemanha, Letônia, Portugal e Holanda.

Milhões de dólares em doações de pessoas de todo o mundo – incluindo a Austrália – financiaram os esforços de ajuda de organizações na Ucrânia que fazem parte da rede do ministério do esporte. A organização norte-americana de formação de discípulos Our Legacy, que administra o movimento esportivo Ready Set Go, é apenas um dos muitos canais pelos quais esse financiamento está sendo coordenado.

Oração na fronteira da Ucrânia. (Foto: Instagram Michael Job)

Nosso Legado tem missionários em campo na Ucrânia e parceiros de uma igreja na cidade de Kamyanka, na Ucrânia Central. E esta igreja é apenas uma das muitas engrenagens da rede que evacua e transporta deslocados internos em toda a Ucrânia e entrega alimentos e suprimentos aos necessitados.

Embora as pessoas de fora possam se perguntar sobre a escala, a coordenação e os resultados alcançados por essa rede do ministério do esporte trabalhando em conjunto, isso não é surpresa para os de dentro.

Como uma atualização da rede afirma: “Desde o primeiro dia, a equipe de liderança teve a capacidade física, mental e espiritual para servir os ucranianos de maneira imediata e organizada”.

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições