Intercessor diz que há um ‘plano maligno’ por trás da agenda antibíblica nos EUA

Presidente do “Intercessors for America” diz que ‘planos de Satanás para substituir os de Deus são implementados por pessoas em postos-chave’ dos EUA.

Fonte: Guiame, com informações do GiveHim15Atualizado: quarta-feira, 13 de julho de 2022 17:10
Dave Kubal, presidente da “Intercessors for America”. (Captura de tela vídeo da NTD)
Dave Kubal, presidente da “Intercessors for America”. (Captura de tela vídeo da NTD)

Dave Kubal, da “Intercessors for America” (Intercessores para a América), escreveu o artigo intitulado "Portais do Inferno escondidos à vista de todos", onde diz haver um “plano maligno de Satanás de trazer a anarquia para a nossa nação”, referindo-se a uma série de situações antibíblicas que estão acontecendo nos EUA.

Entre elas, Dave cita a recusa dos promotores de fazer cumprir as leis constitucionais pró-vida. “Enquanto atuamos em nossa designação como vigias para a América, devemos orar a respeito disso. Nossas orações podem mudar isso”, diz.

Para Dave, “a equipe de planejamento estratégico do Inferno concebeu um plano genial para destruir os Estados Unidos, colocando um exército crescente de promotores radicais em locais importantes do país”.

O intercessor diz que esses “portais da agenda do inferno têm mais poder do que qualquer atividade oculta local por meio de suas posições de autoridade”.

“Eles estão usando seu poder para substituir o projeto de Deus para o governo por uma defesa do caos”, denuncia.

‘Escondidos’

Dave diz que esses profissionais e agentes públicos trabalham para implementar ações malignas com uma capa de legalidade em suas ações e em prol do globalismo. Segundo o intercessor, eles são financiados e patrocinados por bilionários que querem implantar essa nova ordem.

“Escondidos à vista de todos, na última contagem, '75 promotores radicalmente 'progressistas', com campanhas financiadas pelo cidadão húngaro George Soros, servem em cidades e comunidades importantes”, relata. “Os resultados depois de apenas alguns anos são claros e mensuráveis: aumento do crime e assassinato”.

“As Escrituras descrevem claramente o papel do governo para proteger os inocentes (Romanos 13). No entanto, as políticas 'suaves em relação ao crime' desses promotores radicais escolhidos a dedo protegem principalmente os culpados”, revela.

“Eles não apenas são brandos com o crime, mas também estão criando um clima de ilegalidade. Logo após a derrubada de Roe v. Wade, um grande grupo desses promotores radicais emitiu uma declaração dizendo que eles se recusarão a defender as novas leis de seu estado para proteger a vida e, em vez disso, seguirão suas próprias ideologias radicais sobre o aborto”.

Dave diz que a declaração foi assinada por cerca de 100 procuradores eleitos sob a bandeira de “Fair and Just Prosecution”, financiada pelo Tides Center, Ford Foundation e Chan Zuckerberg Initiative entre outros financiadores progressistas.

Para Dave a época que antecede as eleições é a que mais aparece a atuação dos promotores do globalismo, chamado por ele de “portais da agenda do inferno”.

Mentalidade antibíblica

“À medida que nos aproximamos de uma temporada de eleições, os cristãos – e especialmente os intercessores – precisam reconhecer esse plano progressivo para transformar os escritórios do promotor em portais da agenda do inferno.

“Os candidatos financiados por Soros compartilham uma mentalidade progressista”. Ele diz que ao comparar uma mentalidade progressista com uma mentalidade bíblica, inúmeras diferenças podem ser vistas.

“A cosmovisão progressiva acredita na bondade inata da humanidade. Uma cosmovisão bíblica reconhece a pecaminosidade de todos os homens, vendo a humanidade como quebrada e necessitando de responsabilidade (e salvação)”, destaca Dave.

O intercessor diz ainda que “a visão de mundo progressista pode atribuir o comportamento de um criminoso a forças externas em seu ambiente. Eles podem citar injustiça institucional, racismo ou intolerância, e podem acreditar que o remorso deve qualificar os criminosos para leniência. Uma cosmovisão bíblica entende que os humanos são pessoalmente responsáveis ​​por suas escolhas e que há consequências para o comportamento do homem”.

Outra diferença é que a visão de mundo progressista olha para programas, políticas, concessões e estruturas externas para fornecer a solução para a reabilitação do criminoso. Já “a cosmovisão bíblica reconhece que a restituição e a reabilitação acontecem dentro de uma pessoa. Uma mudança nas circunstâncias por si só não trará uma diferença na propensão criminal”.

As duas visões também se chocam quando tratam do homem e de Deus: “Uma visão de mundo progressista acredita que o homem tem as respostas. Uma cosmovisão bíblica reconhece que Deus tem as respostas”.

Verdades bíblicas e oração

Dave estimula os cristãos a combaterem essa nova ordem progressista com o conhecimento da Palavra de Deus.

“Estamos testemunhando que uma visão de mundo antibíblica NÃO funciona. Se você acredita na bondade inerente do homem – em vez da natureza quebrada do homem – o resultado é o caos. Essa visão de mundo traz à tona o pior das pessoas e o pior da sociedade. A aplicação do estado de direito de acordo com Romanos 13 é baseada na verdade e traz ordem”.

Para ele, essa agenda é “demoníaca e tem funcionado”. Mas os planos globalistas “podem ser interrompidos pelo poder de Jesus, oração e ação”.

Para levar esclarecimentos aos cristãos sobre o assunto, Dave diz que “nossa equipe da IFA montou um Relatório Especial que descreve essa questão”.

Nele há uma lista dos “promotores do globalismo, os financiadores, os grupos por trás desse movimento e como você pode orar”.

“Descubra como você pode orar e quais ações você pode tomar, e leia algumas histórias esperançosas de cidadãos que estão resistindo. Precisamos ser sábios com os planos do inimigo, para que nossas orações e ações sejam acertadas”, diz.

“Acredito que seja um dos planos mais destrutivos de Satanás contra nossa nação hoje. A intercessão informada é fundamental para estes dias em que estamos. ... Fizemos uma parceria com Deus para desmantelar Roe v. Wade por meio de nossa oração e ação. Isso aumenta nossa fé para vencer outras grandes batalhas!”, chamadas por Dave como uma luta contra o novo Golias.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições